The Weeknd - Starboy [2016] - Uma Experiência de Perfeição [Review]


Eu ainda não entendi o por quê do tempo que demorei para ouvir The Weeknd. Entretanto não pareço estar muito atrasado, já que o Starboy recentemente venceu o grammy de Melhor Álbum Urbano Contemporâneo, e absolutamente merecido.  Quiçá merecia algo maior.

É impressionante a qualidade dessa obra, são 18 músicas e não há nenhuma ruim. The Weeknd conduz o álbum com maestria, mostrando um verdadeiro repertório de R&B, mesclando o Pop e Rap, mostrando que é diversificado em seu próprio gênero e prova ser um excelente artista.

Para início de conversa, todas as transições entre as músicas estão fantásticas, ampliando a sensação de estar contando uma história. Algo comum, mas não deixa de ser menos impressionante. São esses pequenos detalhes que aumentam cada vez mais o conceito do álbum para ser único.

Outra característica é ele passa muito rápido. É um adjetivo que nem todos tem, o álbum possui quase 20 faixas e ele entretêm tanto que mal dá pra perceber a passagem do tempo. Mas também, a grande maioria das músicas são excelentes, notas 10.  Dá até vontade de quero mais.

The Weeknd já começa sua obra de arte com Starboy. A música de maior impacto, faixa-título e com a melhor melodia possível, como deveria ser. Mostra numa letra um tanto amarga, como é a visão de um cara rico sobre ele mesmo para alguém de interesse. "Eu estou tentando te deixar no pior humor" define bem essa letra.  Enquanto isso a melodia se encaixa perfeitamente com as estrofes e gera uma música extremamente viciante. Eu não consigo enjoar de ouvi-la diversas e diversas vezes, durante o dia todo.
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=34Na4j8AVgA&w=560&h=315]

A primeira música revela muito do que se vê no resto das faixas: melodias se encaixando com as letras, de maneira quase perfeita. Party Monster e Reminder continuam contando a história do Starboy, com som viciante e vocal derivando de rap. Destaque maior para Party Monster, que tem um "feeling" absurdo, a batida da música faz qualquer um entrar de vez na essência do R&B.

Rockin' nos lembra Cant Feel my Face de 2015: dançante ao extremo.  Letra boa, batida excelente e melodia (como sempre, mais uma vez) encaixando perfeitamente. Que música boa, muito mesmo. E como bônus uma ligação excelente com outra do gênero parecido (R&B/POP mais dançante), você já está no clima para Secrets, mesmo nível da anterior, só que adiciona outros elementos que você não via nas outras músicas: Acordes de violão por exemplo.

A próxima "Big Track" é Sidewalks com Kendrick Lamar. Que música fantástica. Confesso que não sou fã do Kendrick Lamar, respeito bastante, tento ouvir, mas ainda não consegui gostar. Tanto é que minhas músicas preferidas com ele são apenas participações especiais, e essa é foda. Ritmo muito, mas muito empolgante, mas não somente isso: Letras, rimas, pegada Rap forte, tudo dá certo.

Essas três palavras resumem bem a obra como um todo. metade Final do Album, há algumas big tracks, mas como já estamos acostumados com o nível, não surpreende tanto. Mas não se pode ignorar Attention, Ordinary Life e Nothing With You, que elas pegam os elementos que foram apresentados nas primeiras músicas e reproduzem de maneira perfeita, cada um com momentos-chave que você respira e fala: Cara, que música boa.

Depois de 17 músicas forjadas na base da excelência, a obra de arte termina com I Feel it Coming, com uma participação mais imponente do Daft Punk, e faz qualquer um ficar repetindo a música durante o dia todo.

Enfim, Starboy é uma obra muito original de um gênero musical que está em seu auge no cenário mundial. Infelizmente foi lançado no fim de 2016 e poderia ter concorrido à prêmios bem maiores no Grammy e com certeza ter faturado vários.  Pelo menos não foi ignorado e venceu uma categoria. É um álbum para não cair no esquecimento, e no futuro notar o quanto The Weeknd é talentoso. Starboy como um todo não há defeitos e mantem o nível durante toda a obra. É uma experiência de perfeição, exceto se você for muito exigente e considerar False Alarm genérica demais.

NOTA_
The Weeknd - Starboy [2016] - Uma Experiência de Perfeição [Review] The Weeknd - Starboy [2016] - Uma Experiência de Perfeição [Review] Reviewed by Adao Filho on fevereiro 03, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário