1º Festival de Games: O desafio de criar eventos nerds em cidades pequenas


Talvez você não conheça a cidade de Floriano, no Piauí. Fica cerca de 300 km da capital Teresina, muito distante dos grandes centros econômicos brasileiros e dos grandes eventos Nerds já produzidos nessas terras.

Eu conheço essa cidade com a palma da minha mão. Nascido e criado nesse interior do interior do Nordeste. A cultura Pop não é das mais populares, pelo menos não durante o maior tempo da minha adolescência.

No máximo eram umas 2 dúzias de caras como eu das escolas particulares da cidade que iam nas Lan Houses da vida, jogar RPG entre outras coisas. Quando passou um tempo maior, essa Cultura Pop começou a disseminar mais na cidade, muito pelos filmes da Marvel, popularização em massa da internet, Netflix e afins.

A Quest do Festival de Games


Então, a missão de 2 empreendedores da cidade, que curiosamente tem o mesmo nome (Matheus) era difícil. Fazer um evento para essa juventude que realmente gosta de cultura pop, cinema, jogos e afins. A chance de dar errado era imensa.

Quando vi o nome do evento e uma galera que estava divulgando eu tinha muito receio. Eram uns caras de 15 anos de uma escola que eu estudei. Mas para me garantir, eu fui atrás dos organizadores, para conhecer se eram adultos ou adolescentes no comando.

Surpreendentemente, os organizadores eram adultos e caras que realmente sabiam o que estavam fazendo. Então eu (Adão) e o Lucas, um dos mais novos membros do PD gostamos muito da ideia e nos dedicamos bastante juntamente à equipe de Staffs do evento.

Era um evento diferente, sobre coisas que nós gostamos e seria uma oportunidade de conhecer novas pessoas, saber de mais eventos e muito mais.

Por isso eu particularmente estava animado bastante para o dia histórico que seria 22 de Setembro de 2018. O risco era imenso, mas o resultado podia ser extraordinário.



Os Desafios 


Então começa as minhas ressalvas ao evento. Não por causa dos organizadores, mas pelo local. Ao que parece, houve um problema no tocante à horários para a organização e montagem dos estantes. E atrasou tudo.

O resultado foi que todo o evento teve os horários modificados pelo atraso inicial. Eu e o Lucas tínhamos bolado uma palestra sobre cinema e adaptações de HQs que tinha tudo para ser épico, mas infelizmente não rolou :/

Mas mesmo com esse conflito, o evento teve um ótimo saldo positivo. Para início de conversa houve diversas atrações. Muitos campeonatos dos mais variados jogos: FIFA, CS:GO, League of Legends, Naruto... E alguns deles transmitido em uma sala Lotada de jovens. Foi muito divertido.

Você poderia jogar em fliperamas a vontade, jogar seu Mortal Kombat, Naruto e se divertir com jogos antigos e novos. Não houve problemas ou confusões nos fliperamas e nem na exposições das raridades dos consoles novos.


Algumas Surpresas


Além disso, outra atração interessante (e que eu trabalhei demais nela inclusive) foi a Sala do RPG de Mesa. Esse é um jogo que não é muito popular em geral, imagina num interior né. Lucas e Eu eramos um dos pioneiros e queríamos fazer com que a galera mais nova conhecesse esse belíssimo jogo de estratégia e criatividade.

Juntamente com outro staff, a sala do RPG foi um Sucesso e mestramos  aventuras e apresentamos aos mais jovens as aventuras da interpretação de personagens. Tomara que tenham inspirados essa galera a disseminar esse jogo.

Na mesma sala houve uma oficina de desenho e um PS4 para jogar RPGs Eletrônicos. Foi muito produtiva. Me surpreendi, achei que essa sala seria uma das mais tranquilas, na verdade foi uma das mais agitadas.


Engraçado que eu nunca me importei com Cosplay. Lógico, tinha alguns sensacionais que são muito bem produzidos. Mas 80% é meh e nunca me despertou interesse. No evento eu imaginei  iriamos ter poucos cosplays... mas na realidade foram vários (e muito bons).

Olha essa Mulher Maravilha s2


No Festival de Games veio até quem mora em cidades vizinhas, organizadoras de um outro evento que acontece em uma cidade próxima: A Geek XP E ele parece bem maior inclusive, contando com a presença de até dubladores famosos como o Élcio Sodré (Shiryu e Kakashi).

Pessoalmente fiquei com muita vontade de cobrir esse evento também, será em Dezembro. Tomara que o PD esteja presente, faremos de tudo para ir. Pela experiência que tive no Festival de Games, parece ser muito animador.

O Final e a Sensação de Dever Cumprido

O tempo ia passando, as pernas cansando e a sensação que fica é que mesmo com os imprevistos, o saldo foi muito positivo. Ser Staff do primeiro evento Nerd de uma cidade de um pouco mais de 60 mil habitantes acredito que significa alguma coisa. E ainda escrever sobre ele no meu site mais ainda.

Vi amigos, colegas, conheci gente nova e houve diversas atrações. Pude semear futuras parcerias e divulgações com o Blog e até a cobertura de mais eventos.  Não houve a palestra do Próxima Dimensão, mas quem liga? o evento foi massa.

Até a Próxima!
1º Festival de Games: O desafio de criar eventos nerds em cidades pequenas 1º Festival de Games: O desafio de criar eventos nerds em cidades pequenas Reviewed by Adao Filho on setembro 23, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário