DC: 2016 vergonhoso, mas quem sabe em 2017 recupera a dignidade

Hoje o texto é curto e grosso. É dia de falar dessa belíssima empresa que já entregou Batman e Robin (1997), Batman: O Cavaleiro das Trevas Resurge (2012),  Lanterna Verde (2011), Homem de Aço (2013), Batman x Superman (2016), Esquadrão Suicida (2o16). FILMAAAAÇOS, né?

Me recordo que em uma das comunidades da internet, havia um tópico de discussão com o título de: "2016 é da DC". Eu não lembro de uma piada melhor, tanto que o autor misteriosamente apagou o tópico sem mais nem menos hahaha.

Não é pagando de hater nem nada do tipo. O universo cinematográfico da DC Comics nunca foi mais o mesmo depois da obra de arte do Nolan com o Cavaleiro das Trevas (2008). Desde então só filmes escuros (para parecerem adultos), roteiros fodidos que ninguém entende, outros filmes esquecíveis ali, e de vez em quando umas coisas tenebrosas como o Esquadrão Suicida.

Em alguns dos filmes anteriores realmente house alguns acertos. Mas os erros simplesmente ofuscam.  Não tem como defender Lanterna Verde de 2011 por exemplo, aliás, você lembra alguma coisa relevante daquilo?

Esquadrão Suicida teve a CAPADÓCIA de ganhar um Oscar técnico, perdendo para concorrentes muito melhores. Foi o cúmulo desse prêmio que já está bem ultrapassado por sinal, mas é tema para outro artigo (ou outra chutada de balde).

Esquadrão foi um fracasso tão grande, que alguns fãs pediam o fechamento do Rotten Tomatoes por causa das críticas negativas dos usuários do site ao filme. Alegaram "influenciar quem não assistiu".

Batman x Superman foi uma grande decepção. Esperei mais de um ano para ver o combate dos maiores super heróis da história ser um grande filme horrível. Roteiro totalmente confuso, onde apenas se salva a própria Mulher Maravilha e o nosso Ben Affleck (homão) como Batman.

Pequena pausa do texto para mandar um "se fode aê porra" quem criticou Affleck após a notícia que ele seria o Cavaleiro das Trevas. Mito demais.

A batalha final foi legal, de fato, mas o filme tem quase 3h de uma história confusa e cheia de furos (que em parte foram retiradas pela versão estendida). A versão estendida eliminou algumas discrepâncias e deixou o filme mais chato por deixá-lo mais longo (rs).

Parece ingenuidade acreditar que o universo vai melhorar, mas sempre há esperança. A expressão "Aprender com os Erros" alguma hora vai funcionar. É uma incessante tentativa de copiar o Cavaleiro das Trevas de 2008. Talvez os roteiristas e diretores da empresa pudessem se inspirar em Batman Begins, algo simples, trivial, foda.

Alguém fala para os diretores: Faz o simples meu filho, faz o simples.

A comparação da DC com outras áreas e tipo aquele jogador que pode ser craque, mas não é porque tenta fazer coisa que não sabe.

Minhas esperanças estão voltadas para Mulher Maravilha. Ela foi um dos (poucos) destaques no Batman x Superman.  Um filme solo de uma personagem que é um nível abaixo dos principais pode significar algo mais simples, roteiro bem segmentado, um filme bom.

A perspectiva histórica, com as ligações com a mitologia grega  (demonstrada no trailer) são alguns ingredientes que atraem para essa obra de 2016, que pode ser facilmente um dos melhores filmes de super-herói do ano. Potencial tem, entretanto já vi filmes potencialmente espetaculares virarem péssimos.

Tem tudo pra fazer algo bem feito, quero acreditar nisso. Mulher Maravilha pode ser a redenção de uma sequência de filmes ruins da empresa. Enquanto isso a internet está preocupada é em discutir as axilas da Gal Gadot. Foquem no filme galera, foquem no filme.

Enfim, a DC precisa se colocar nos trilhos novamente. Talvez um filme não tão pretensioso como o que será estrelado pela Gal Gadot seja perfeito para ter um ano digno nos cinemas.

Sobre Liga Da Justiça... É, não espero nada não.

Fiquem com o trailer de uma possível redenção do Universo Cinematográfico da DC Comics:
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=WUY6nazJawY&w=853&h=480]

Até o próximo texto, espero que tenha gostado.
DC: 2016 vergonhoso, mas quem sabe em 2017 recupera a dignidade DC: 2016 vergonhoso, mas quem sabe em 2017 recupera a dignidade Reviewed by Adao Filho on março 21, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário